quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

Coisas passadas ou melhor post de outubro

Esse aqui foi o post relativo ao meu primeiro dia do ano, que é meu aniversário a cada 12 de outubro... tinham outros bons, como o da festa.. mas esse ficou mais poético eu creio...

Ao 12 de outubro ou Mais um ano que começa...

Mais um ano que começa
E lá vou eu sem muita pressa
Que esses vinte e sete anos
Parecem deveras promissores
Se já sem tantos infalíveis planos
Muito mais assenhorado das dores
Aplainados os maiores danos
E executados os árduos labores
Vou festejando meu janeiro em outubro
E sempre convidando senhoras e senhores
Pra saborear de meu sangue rubro
Temperado pelas vicissitudes de meus amores
De honras vos cubro
Que é momento de festividades
E conto com a vossa assiduidade
Para nessa nova idade
Seguir um fauno insône
Destroçador de amenidades
E entoador do que me consome
À parte a realidade
É loucura que temos imbrincada no nome

O sempre esperado dia doze
Foi cheio de ébrias doses
De entortar as mais firmes poses
E elevar mais altos as vozes
Eram circundantes os queridos e queridas
Meu tipo de gente preferida
Que me agracia com vosso encanto
E quase trás aos olhos um satisfeito pranto
Toda essa gente referida
Que eu bordo no meu manto
Já que o carinho é tanto
Que os arrasto pra tudo quanto é lado
São expressos em cada sutileza do meu fado
Em cada nota retumbante do meu brado
Quase um espanto
Este seguir num incrível crescente
Mas é meu jeito insistente
De marcar o meu canto
Com a grandeza de toda essa gente
Que diáloga comigo
Que se veste de abrigo
E leva um tanto de mim no umbigo

Depois de muito beber
Foi então a vez de dançar
Que noitada pra valer
Tem que ter uma música pra se acabar
E eu sempre hei de gostar
De sonoridade verter
Deixar o corpo com o ar reverberar
Dispersar todo o meu ser
Enquanto deixo minha mente voar
E para tanto nada como uma bala
Uma doçura extasiante
A mais capaz de fazer ressoar
A pala mais inebriante
Capaz de meus sentidos multiplicar
E assim fui avante
Até toda a madrugada desbravar
De alma devidamente lavada
Pude tornar à minha morada
Com altivo semblante
E satisfeito com essa minha estrada
Já que sou sempre um infante
Cuidando de fazer estilosa sua caminhada...

4 comentários:

Ego caído no asfalto disse...

O meu aniversário é 12 de Outubro...

Ego caído no asfalto disse...

Juro por tudo!

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava querido companheiro de escritas,

cada mês tem seu encanto e mais encanto quando se comemora o nascimento de um amigo.

Agustina Bessa Luis escreveu em tempos o que eu sublinho:
"um amigo é um favor que Deus nos dá"

Salve amigo Jorge!!!

beijos

Lara disse...

Aquela flautinha medieval ficou tocando na minha imaginação enquanto eu lia...Muito legal!
Começou o ano bem inspirado hein?
Excelente 2008 para vc!
Bj