sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

Coisas passadas ou melhor post de junho

Esse é o segundo post de junho.. gostei muito dos dois..
Pelo andor da carruagem tô vendo que só vou terminar isso em janeiro.. risos
Tô viajando amanhã pra Fortaleza pra passar o Natal.. depois ano novo na Universo Paralelo e finalmente mais 15 dias em São Paulo... daí eu volto..
Se sentirem energias caledoscópicas, intensas e entrópicas energias lhe chegando, pode saber que sou eu a mandá-las...
Beijos e inté a tod@s...

Quando eu fico cansado...


Às vezes o tempo
Que segue comigo
Deixa de ser amigo
E vira turbilhão
Consome cada instante
Alheio aos meus desígnios
E me impele a ser frenético
Sem permitir que saboreie a construção
Dos passos, das vivências
Assoma de inclemência
Esse tal portifólio de Cronos
O Deus-titã
E passam trabalhos, provas, planos, seminários, qualificação
Mesmo que eu ache tempo pra almoçar com minha irmã
Que encontre o ponto certo da massagem no pé descalço
De dona Dé se espreguiçando no divã
Ainda assim o tal do tempo
Acha de me escorrer entre os dedos
Tirar-me da cama cedo
Onde havia deitado tarde
Ah engano ledo
O peso do a ser feito na carne arde
Faz os olhos vermelhos
E haja fumaça pra impelir a vida
Que eu não diria sofrida
Diria árdua
Sem querer diminuir as vitórias
Ou esvanecer as conquistas
Sem lamentar os frutos de minhas próprias investidas
E meus passos maiores que as pernas
Não suporto me esconder nas cavernas
Então não me cabe reclamar
Quando fico cansado de correr por tantas cercanias
Habitar tantas dívidas de aprendizagem
Esgotar os impulsos energéticos por toda a parte
Resta-me apenas cair na boemia
Que ao contrário dos reclamões
Alimenta minha vontade
Aumenta a inércia da sequência
Molha a goela e esfumaça as sinapses
E me faz sorver os loucos do meu dia-a-dia
O que seria de mim sem vocês?
Sem você, que não está em nenhuma parte?
Seria só um tronco seco
De esquecível particularidade
Prefiro ser um louco cansado e exaurido
Do que um descansado de boca escancarada
Cheia de dentes, esperando a morte chegar
Eu prefiro dançar com a morte
E aproveitar cada passo
Então vê se dá um tempo, ô tempo danado
E senta pra fumar um aqui comigo
Nessa encruzilhada nesse fim de tarde
Daí viverei de poesia
Cantarei às musas
E terei ainda mais energia
Para aflorar minha majestade...

10 comentários:

[P] disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
[P] disse...

Às vezes, quando fico cansada, me deixo levar pelas palavras que me escrevem diante de uma tela, e através delas esqueço do cansaço e viajo num faz-de-contas que seria mais do que real se não fosse virtual...

ps: guardei suas palavras lá nos comentários como se elas fizessem parte de uma profecia e, portanto, dê seu jeito para providenciar quem concorde contigo sobre aquilo de ser pra casar, ok?

Inté 2008, homem.

Cadinho RoCo disse...

Tem hora que o tal do tempo confunde a gente.
Cadinho RoCo

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Meu querido Jorge um Natal cheio de coisas boas e um 2008 com muitos voos!

beijos

Mary disse...

è bom guardar os posts justamente pra poder ler de outra perspectiva em outro momento...
Gostei deste.

Um super beijo e um feliz e abençoado Natal!

=)

Gabriele Fidalgo disse...

Oii.

Particularmente, gostei mais ainda desse post de Junho. Já está 'chato' dizer isso toda vez. Mas admiro o jeito como escreve.

E a propósito, o comentário que deixou lá no Versos de Falópio ficou incrível. Me inspirou para continuar a história.

Feliz natal.
bjs

SAMANTHA ABREU disse...

Hey querido,
parece comigo esse poema...

Feliz Natal!
e olha:
tem novidade no Falópio e nas Descontroladas.
Apareça!
Um beijo!

magie disse...

Bom, como pode perceber, tirei férias do blog. Só uns dias sem escrever neste diário das incertezas.

Desejo à você um 2008 maravilhoso e espero que volte cheio de pensamentos novos nesta cabecinha frutífera.

Feliz 2008!

Beijos...

Lara disse...

Adoro suas letras! :P
Boa viagem moço, curta bastante!
Ow, eu vivia no CAGEA,o povo me chamava de batata, nunca de Flávia ou de Lara...saí da UnB em 2004. Vai saber né?
Bom ano novo p vc!
Bj

Mary disse...

Passei pra deixar um beijo e os desejos de um 2008 cheio de coisas boas. Alegrias, sucessos, sorrisos e muita paz no coração.
Bjos.