segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Refúgio em Pasárgada ou Minha festa de aniversário...

A uma boa festa
Todo mundo sempre empresta
A própria animação
E desembesta
Em procissão
Para o local em questão
Que no caso
É Pasárgada
Meu reino encantado
Momentaneamente situado
Por um curto prazo
Numa chácara localizada
No caminho da perdição...

Nesse ano deu tudo certo
Não teve aperto
Teve é muito peito aberto
Para as loucuras que verto
Que o caminho é incerto
E isso vem de berço
Mas estando os amigos por perto
Vocês não imaginam da babilônia um terço
Fica tudo como nos versos
Tantos bons camaradas imersos
Na infinitude da alegria musical dispersos
Que se fazem imensos
E bem mais que propensos
A fazer desses festejos extensos
Nesse meu reino onde o mundo eu venço...

Mas começando o relato
Afinal ainda está tudo muito abstrato
Posso atiçar sua visão
Dizendo que por lá enlouquecer é condição
Há quem diga até que por lá o próprio mundo parece uma ilusão
Que transfigurada, remixada e potencializada pelo presente anfitrião
Meche com o tato
Com o olfato
Vista, paladar e audição
Tudo vem em um turbilhão
E quando alguém busca fatos
Percebe que o próprio espaço
Torna-se inato
À amplitude do passo
Que nos volteios to traço
Muda o tempo
Na verdade
Em infinitas temporalidades...

Estiveram todos os meus essenciais queridos e queridas
Todas as minhas pessoas preferidas
Minha irmã, a Daphne e a Mariana
O Thiago, Fred, Artuzito, Gordo e Pt
Tanta gente insana
Talvez só tenha faltado você
Teve o Tiaguera, Teca, Huguera e Zanon
Mirna, Raulzito, Márcio e Kauara
Todos fluindo ao sabor do som
Numa sincrônia saborosa e rara
Tanta gente que me é tão cara
Que me liberta desse saara
Meu amor, Henricão, Cicilia e Lenira
JC, André, Liz, Guilherme e Vanessa
Gente que comigo delira
Mergulha de cabeça
Ao sabor da minha lira
Pit, Robertão, Vitor e Madeira
Alê, Estevam, Patrícia e Eduardo
Que acompanham esse bardo
E se equilibram na beira
Caindo com estilo no abismo
Quando empresto meu lirismo
Eles vem na esteira...

E foi tudo tão plenamento perfeito
Que até fico sem jeito
Mas que foi uma festança de respeito
Ah foi
Nada que destoe
Só boas lembranças que ressoam
Assim como umas almas lavadas que voam
Devidamente embaladas
Numa desvairada lissergia
Depois de terem emprestado sua energia
Para a festa a mim consagrada
Já que nesse ponto da jornada
Eu quero é colorir minha estrada
Estar com minhas companhias sagradas
Em celebrações apoteóticas e profanas
Essa inigualável magia
Dessa gente insana
De fina maestria
Que emana
Até a alvorada
E que eu costuro
Enquanto enlouqueço e me curo
Continuando esse satisfeito doidão mais que impuro...

A quem lá esteve, mue muito obrigado...

23 comentários:

Ego. disse...

Parabéns é o que te desejo, vida longa aos seus versos ritmados...

Festa boa,senti daqui...

Saúde, saúde e salve!

Jacqueline disse...

Acho mesmo, irmão, que essa festa foi a mais doida, a que todo o mundo (que lá estava) se divertiu mais, a que vc não teve dor de cabeças por causa de som ou falta de qualquer coisa. Tava tudo lá, todos pulavam, o céu estrelado, a prosa e a música boa! Parabéns pela gestão do evento (rs), parabéns pelo aniversário, parabéns por ser uma pessoa que une todos num mesmo lugar. Ninguém quer perder esse momento, esse evento do ano.
Obrigada pelos ouvidos e pelos abraços!
Beijos e boa semana.

Aline Dias disse...

é bom quando tem doce e é doce ;)

Sr do Vale disse...

Salve, salve, Jorge.
Não estive na festa, mas deixo um parabéns
Da mesma forma que não estive em Pasárgada, mas é lá que me sinto bem.

Felicidades, mano parceiro.

abraços a tí e a Jackie

Mariana disse...

Parabens!! Que seu caminho continue sempre iluminado...

*sempre estou por aqui.. e gosto muito.. é q nunca sei o que dizer.. hehehe bjs

Camila disse...

Eu bem queria ter estado lá
Pra também poder abraçar
Um cara que tanto sabe poetizar
E curtir a viva como ela está
Dançando
Curtindo
Cantado
Até a festa acabar

Beijinho e...
Salve Jorge!!!

Emely disse...

que delicia de festa ...me da agua na boca so de pensar nos devaneios de uma boa "Sobremesa"

=)

Leila Saads disse...

Nossa, que festa boa foi essa? =]

Salve, Jorge! Há quanto tempo...


Beijos!

Tata disse...

Eiiita que eu queria ter ido a essa festa.

Xêrooo, Jorge.

=*

Luciana disse...

Nossa Jorge,foi vc quem escreveu o comentário?LINDO,LINDO!!!!
Obrigada mesmo!
Quer dizer que vc fez festa e nem me convidou?rs rs
Brincadeirinha...

Márcia(clarinha) disse...

Salve o aniversariante
perdoa eu não saudá-lo antes
desejo amor de peito aberto
e carinho no abraço apertado
felicidades amigo Jorge!

beijos

Krika disse...

Salve! Salve!

Ui, não acredito que perdi a festinha?! Entretanto, não me impede de desejar que todos os seus sonhos sejam realizados, que os amores não sejam disperdiçados e os seus versos continuem sempre rimados (rs). Tentei fazer uma rima bonitinha, mas sou péssima para isso. Então: F E L I Z I D A D E !

Beijo!;)

tay. disse...

eu não lá estive
mas eu estava aí.

Jacqueline disse...

quem é Sr. do Vale?

Gabriele Fidalgo disse...

Aeeeeeeee!
Parabéns pela comemoração, poeta. Você merece!

arrasando nas palavras, como sempre!

:)

Jaque Lima disse...

Deixe que me apresente.
meu nome é jaqueline.
cheguei com o vento.
sem precaução.
segui a estrada.
descobri um lugar.
parecia mar.
mas era céu.
estrela.
que coisa.

parabéns. descobri que era seu aniversário.

até próxima!!!

Beijos!

Anja Rakas disse...

Foi com imenso prazer que me vi descrita em uma prosa de alegria e saudação...
Foi com mania de dama de ferro que encaixotei meus stiletos e fui a rua festejar-te.
Foi envolta numa núvem embriagada que nesse dia/noite me vi a frente com saltos,cânticos e bué felicidade.
E foi assim que celebrei teu aniversário..com muita Paz..Alegria e Paixão de Viver.
Um beijo enorme.

Mah disse...

vi suas fotos hoje.
:~~

perdão pela ausência meu irmão.
companheiro de palavras
consolos e risadas.

desculpa pela falta.
mas é tempo, mas até que tento,
mas ele não deixa,
quer só minha queixa.

fica pra próxima ocasião
qualquer situação
um bar, uma cerveja gelada
um blog, umas sábias palavras.

Beijo!

Ju disse...

ei... quero ir nessa festa tb!!! parabésn, parabéns, muita rima na sua vida prosa!
SMACK!!!

Camila disse...

Cheguei atrasada, mas Parabéns!
Opa... que esta festa teve boa, heim?! Que versos mais lindos ela rendeu... fiquei a imaginar os sorrisos!
Beijos

Em Construção... disse...

Gostei muito daqui...
Parabêns!!
Bjus
Dany

Marcella disse...

Salve Jorge com suas rimas perfeitas como sempre! Adorei as palavras!
Beijos querido!

Jhê disse...

Festiiinhas!
Bom texto (: