sexta-feira, 18 de julho de 2008

Por um punhado de suspiros a mais ou Par

Era preciso.
Era precipício.
Eras eram
Errar perdido
Era impreciso
Seu vício
Ela.
Cinderela
Sem frufrus
A muito não era donzela
Mas era dama
Era drama
Era copo
Com seu corpo
Cálice sagrado
Era em si uma festa
E pra ele uma fresta
Um caminho profano
De tão perfumado
Alguém que tudo lhe empresta
Sem nada em troca esperar
Tudo de bom grado
Dado
Pra ele que era tão errado
E mesmo assim abençoado
Com aquele sorriso de deusa
Com aquele pranto de menina
E com sua perfeição
Que o alucina
O cala
O embala
Porque amá-la
Virou sua profissão
Iria doravante
Se fazer inigualável amante
Consagraria a ela toda a criação
Desde a mais cálida rosa
Até o sushi de salmão
Cada dia quente de verão
Roupas espalhadas pelo chão
E no frio do inverno
O carinho terno
De algo que parece eterno
A cada instante-turbilhão
Dividindo o pão
Ou brigando pela manteiga
Pra perceber que pra ambos
Tem requeijão
São perpétuos escambos
Entre duas partes leigas
Das formas mais meigas
E das menos
Dos equilíbrios desestruturantes
No fim, eternos infantes
Como antes
Quando pequenos
Ainda errantes
Ainda inebriantes
Mas agora
No avançado da hora
Acompanhados nos rompantes
E serenamente mais plenos...

17 comentários:

Tata disse...

Dama
Com uma pitada de
Drama
Trama
Nas indizíveis horas - amantes
Perdida
Ela
Só é vida
No peito de quem ama.


Hahaha, seria uma imitação do Jorge?

Salve!

Glaucia disse...

Um amor assim há de causar mesmo um punhado de suspiros...
Perfeito esse par.
Glaucia

Martinha disse...

Quando se fala em Cinderelas vem-me sempre aquela imagem da Cinderela dos contos infantis, uma menina singela, que encontra a felicidade com um príncipe. Mas já pensei, não será o príncipe um bad boy? xD *

Boca no Trombone disse...

Parabéns pelos lindos poemas...

Salve! Salve Jorge!

Abraço,

Princesinha disse...

Adorei o seu blog.
é fantastico. muitos parabens!
bjnhs volte sempre

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Eu às vezes também sou cinderela;)


beijinhos caro poeta

Desajustada disse...

ora bolas que blea dona essa q provoca rompantes em um errante, nao?

beijos

Nathália disse...

Amei esse texto!

"A muito não era donzela
Mas era dama"

Beijo!

Lígia Carvalho disse...

Que delícia ser coadjuvande dessas tuas história. Sinto-me na platéia a vislunbrar-te. Sinto-me presente e assim gostaria que fosses somente um dia de prosa, risada gostosa e sábios, sábios conselhos. Tu tens um olhar lindo sobre as coisas, porém parece-me ser pratico nas atitudes.

Lígia Carvalho disse...

vislumbrar-te*
Sabe, voltei..

Lendo seu ultimo comentário tive vontade de voltar e reler-te, e dizer-te que sinto-me privilegiada por assim ser. Tê-lo comentando meu texto é uma honraria, um orgulho. Grata, por cada texto maravilhoso que tenho a oportunidade de ler. Cresço por aqui, mudo por aqui, reflito, aperfeiçôo, cresço, mudo de tom...

TOOP disse...

ô... o amor! :]
Quando eu crescer (e ficar com a sua idade). Quero ser assim, assim:

APAIXONADA E POETA.

Maria Flor disse...

O amor é sempre cheio de detalhes,das virgulas e das reticências"...Era preciso e era pricipício e o meu vício era ela."

Bonito o que acabo de ler...Obrigada.

Tennho mais uma muda em flor no meu jardim...Apareça!

Beijos e boa semana!

• predicativa disse...

"E há de ser sempre assim:
Minha casa aberta
E na mesa posta um talher a mais
Um cinzeiro a mais
E no seu lugar a mesma mulher a esperar
A mesma mulher pronta pra dizer
Entre, por favor, quando alguém surgir
Quando alguém chegar
Pode ser o amor, pode ser a dor, pode ser.."

Anja Rakas disse...

Este final de semana testemunhei algo primordialmente inocente e lindo: o suspiro de um bebe.
Toca-nos e lava-nos a alma, deixa-nos com um sorriso bobo e felizes porque um dia fomos assim...

As emoções são precipícios do corpo no corpo e uma grande festa na mente.

Bjs angelicais

Escotilha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Guria disse...

Estou precisando de um copo disso tudo, amor, poesia e paixão. Onde encontro??

Beijos querido.
Adoro cada palavra tua, sempre.

Opaaa, link errado. =)

Bill Stein Husenbar disse...

Parabéns.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/