segunda-feira, 14 de julho de 2008

Fim de Semana memorável ou É dessas coisas que eu preciso...

De quando em quando
Eu preciso enlouquecer um pouco
Gritar até ficar rouco
Enquanto o sangue vai esquentando
Que funciono melhor louco
Levo melhor o cotidiano
Se consigo entortar os planos
E dar vazão
Ao meu talento insano
Bailando deixo o chão
Sacodindo a cabeleira
Fazendo o resto parecer besteira
Potencializando o que tenho à mão
Gosto da vista aqui da beira
Desse precipício
Sempre disse
Desde o ínicio
Meu vício é a vertigem
Não curto esse papo de valor em ser virgem
Não há nada nisso que me orice
Esse papinho de preservar as origens
Eu quero é ser testado
Quero gastar cada átomo num espasmo
Quero queimar cada possibilidade
Num inebriante baseado
Que como já dizia o tremendão Erasmo
Tudo que eu gosto é ilegal, imoral ou engorda
Por isso me livrei da corda
E resolvi voar além da cidade
Além de verdades
Melhor chutar a porta
E tomar um bala
Abraçar os amigos numa pala
E soltar todos esses eu te amo presos no peito
Esse é meu jeito
E não careço de nenhum aceito
Não há silêncio que me cala
Nem coisa reta
Que eu não deixe torta...

Daí que sexta
Eu que não sou besta
Fui pruma despedida de solteiro
De um grande amigo
Daqueles que sempre está comigo
E engradece o terreiro
Daí que foi uma beberagem sem fim
Mal cabia em mim
Mal sabia de onde vim
E pra onde ia
Nem sei como cheguei em casa
É que quando a gente se junta
A gente arrasa
Deixa a vida de novo ser vadia
Se desvaria
Fica em brasa...

Mas não é que o sábado foi melhor
Assim como a sexta terminou nele
Ele terminou no domingo de manhã
Com o peito tomado pelo afã
De sentir uma energia maior
Coisa de arrepiar a pele
Quem toma bala me entende
E eu sei que não se arrepende
Que é tão bom
Que a gente se rende
E se deixa amar o mundo
Deixa sair o que tá no fundo
Nosso guardado mais fecundo
Que a interação ascende
Ao som de uma sonoridade ritmada
Basta por um house na parada
Que bailar fica simples
E você percebe o colorido da caminhada
E quando sai de lá
Cansado e satisfeito
Assistindo a alvorada
Percebo que sou feliz
Mais louco é quem me diz
Porque eu destôo
Mas vôo
E mais nada...

12 comentários:

Jaqueline Lima disse...

Entregas felizes. Ultimamente sou a mulher mais feliz do mundo pelo meu trabalho! Ao trabalho e pelo trabalho "vôo" com o amor e paixão latentes. Cada coisa em seu devido lugar. Uma outra forma de minimalismo e foco, eu diria.

Graziele Alencar disse...

Descobri que gosto muito dos seus versos, os daqui e os dali! Eles são puro "princípio do prazer", como chamam os psicanalistas!
Beijos.

Tâmara disse...

È cabeludo, continuo de desejando toda vida que a vida te oferecer...
Drinks pra beber...
Amigos pra dar prazer....
Balas e afins, pra chupar...
e salto de botas negras, pra serem lambidas...

E louco é quem me diz...que nao é feliz!

Krika disse...

Salve salve!

Pois é, dessa coisa que também preciso (rs). Obrigada por sempre estar presente em meu blog, mesmo com toda a minha ausência. Muito trabalho ...

Super beijo querido! ;)

Tata disse...

Fim de semana mais que animado, ein? :)
Eu também funciono melhor na minha insanidade mais complexa que transborda de tão simples ser.

É, louco é quem me diz que não é feliz.

Martinha disse...

Uma vida sem aventuras, sem emoções não tem piada nenhuma... É como que um pãozinho sem sal...
:P *

Anja Rakas disse...

E no final o principio que importa...gritar até ficar rouco.
Fantástico.
És mesmo feliz assim...te encontrando constantemente na tua própria consciência e talvez loucura.

Bjs angelicais

Aline Aimée disse...

"Take me out tonight,
Where there's music and there's people
And they're young and alive..."

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Voas bem;D e rouco que bem:)

eu, sempre assim com a voz, voo contigo nesses fins-de-semana para sempre:D


beijinhosssss

Lígia Carvalho disse...

Incansável te ler..
Sabe, sempre que venho aqui não me contento em ler, leio e releio...
Me agradaria muito conhecer-te pessoalmente, pessoas como tu faz diferença nos nossos dias...
Estava viajando por isso sumi um pouco ;)
Grande beijo

Bianca Feijó disse...

Salveeeee Jorge!

Que todos os teus finais de semana sejam inspirador assim...

Bom voltar aqui e lê-lo...

B.E.I.J.O.S

DIZDIZENDO disse...

Gosto daqui!!

O texto me dá vontade de ser sempre fim de semana, sempre balada, sempre beijo da boca...
Dá até pra voar.