sexta-feira, 20 de junho de 2008

Thing about me ou minha primeira intimidade com Tâmara...

Me divirto nos extremos. E não creio em nada "por natureza". Teimoso por minha própria parte, embora todas as minhas partes já tenham vindo partidas previamente. Tenho dois pulsos que me impulsionam além do previsto. Sempre contraditório e até nisto. Mas generoso por forte egoísmo. Choro e amo em um descompasso independente do valseio. Vivo a lilberdade mesmo preso e me prendo mesmo livre, e me livro mesmo liberto e me liberto mesmo.. mesmo. Escrevo.. verborragia pura impura adjetivando colisões.
Meu mundo é azul na maior parte. Mas as paisagens são inconstantes e verdes. Não sou de brigas, mas sou de passar dos limites. Mudo a cada estação, falante. Tiro a alma para desabotoar as idéias. Gosto de animais. Gatos, cachorros e cavalos.. tigres e pandas. Tenho pena dos insetos. Odeio baratas. Odeio pombos. Adoro água. Água me falta mesmo sendo 75% feito dela. Faço natação, tomo banho de chuva, de mar, de rio, de cachoeira e onde mais ela te molhar. Eu sopro brisas nos cabelos. Tenho a cabeça no ar, asas no ar, pés no lar e fogo no par. Detesto som de buzina (devia ter limite: cada pessoa pode dar 3 por dia, daí não se gastava à toa), caos urbano, gente chata, gente reclamona.. mas adoro gente. Sou de muitos amigos. Abrigos que levo comigo quando persigo o perigo.
Ostento minhas cicatrizes. Troco o dia pela noite sempre que posso. Quase nunca fico sem comer. Adoro comer, dormir e amar.. não necessariamente nessa mesma ordem. Gosto do silêncio.. mas gosto quando o ar vibra. Falo mais que demais. Adoro morder.. desde idéias até pescoços. Fumo maconha e quase nunca estou careta. Nunca tentei suicídio. Gosto de não morrer.. mas a morte é uma das minhas personagens predileta. Dou valor ao que pousa diante dos meus olhos. Brasília não tem esquina.
Me envolvo até quando não quero. Amo Chico, Rita Lee. Mas sou tributário maior de Raul, Bob, Floyd e outros mutantes. Sou descansado segundo meu pai. Adoro abraços. Conservo meus medos e os mantenho acesos. Não gosto de mulheres de porcelana. Sou dependente de mulheres e homens. Troco pneu e velo sonhos nas noites frias e lambo suor nas noites quentes. Sou feminista. Sou amável, amante, amado e amigo. Tenho um lado sagrado, mas prefiro o profano. Adoro errar.
A lisonje é toda minha...

21 comentários:

ana disse...

existe intimidade numerada?
.
jurgente.jorgente.jorgênesis.


você faz fluir de mim a sentença marcada. sincopada. alongada. da rima que me cabe. você rima comigo.
eu rimo contigo.

, beijô.

Martinha disse...

Para este texto, sugeria ainda um outro título: "Na primeira pessoa..."
Cá nos deixaste uma bela descrição de ti, dos teus gostos e do que é importante para ti.

Beijo *

ivana disse...

Nossa...que delicia!!
Caraca, eu tava com teu comment na cabeça...ia pedir tua autorizaçao pra publica-lo..
Que bom que voce publicou...
Lindo de fazer chorar ...
Beijos azuis e muitas estrelas!

ivana disse...

Adorei sua primeira INTIMIDADE comigo...
Espero que pelas proximas....
rsrsr

Tamara disse...

Ah....nao é ivana quem comentou ai em cima tá....
Ivana é minha irma...e ela deixou os endereços dela registrado...
Sou eu mesmo...
Tâmara

Luana Barossi disse...

Huummm...
Salve salve a diferença!
Algumas coisas muito iguais,
Outras, deveras discrepantes...

Aline disse...

jorgito e sua forma única de descrever coisas, hj ele msm na intimidade com a moça q tem estilo da gabriela cravo e canela!

bjm

Aninha disse...

Domingo- 11h22
RJ- Dia nublado e triste


Sua vida é perfeita!Parabéns!
E viva a liberdade!

Sucesso

Linkei seu Blog,ok?

Luana Barossi disse...

Seu comentário está publicado lá!
http://valvulaliteraria.blogspot.com/
Beijo.

Menina_Mulher disse...

Bichano
Profano
Cigano
Sem engano
Exposto
Lindo
e
LIVRE

Beijos!

Tâmara disse...

Querido, tem uma pequena referencia a ti la no meu blog... se tiver um tempinho passe la...
beijos...

Aline disse...

Oie!
Tem selinho EXCLUSIVO pra ti no meu vestido, ok?
Vá lá buscar!

bjm

Glaucia disse...

Adoro essa sua criatividade, esse seu jeito psicodélico, colorido, nada careta e que transcende em busca de evoluir...
Boa semana para ti,meu querido trovador multicolorido e multifacetado.
Glaucia

Mr. Fart disse...

Rapaz, há textos que eu leio e digo: "cazzu", este eu gostaria de ter escrito. Aqui há um prazer a cada linha, um deleite a cada silogismo, um orgasmo a cada conclusão.
Você nos tira do nosso "eu" e nos leva ao seu; e depois faz surgir um "nós", um elo, um "vós" cheio de voz e beleza.
"Tiro a alma para desabotoar as idéias" é só uma pequena mostra deste texto genial.
Posso copiar e pôr lá no "À Sombra"?
Abraços!

Diva disse...

Adoro te ver errar... amar e cantar. estranho? Nem tanto...
Bjs meus

Gabriele Fidalgo disse...

'Não sou de brigas, mas sou de passar dos limites.'

Realmente, Salve as diferenças!

Você sabe que eu adoro o que vc escreve, né?

Ps: Dona Penny Lane manda um beijo.

E outro maior meu.

Patrícia disse...

Prazer, Patrícia!
Kkkkkkk
Adorei, conheci um pouco mais de ti, com esse jogo de palavras que voce sabe fazer muito bem!
Beijos

Nathália disse...

"Tenho um lado sagrado, mas prefiro o profano."
Então somos dois, meu bem! \ó/

Beijo!

Lígia Carvalho disse...

Saudade me consumia por não ter conseguido ler seus textos semana passada.
Cá chego e tu estás a transbordar de um texto
Eu imaginava mesmo que tu foste tudo isto que afirma ser...
Pois tinha essa mesma impressão de ti, sem te conhecer.
Identifiquei-me em muitos jeitos seus,
Até na contrariedade,
sempre como uma balança desregulada,
Cada momento pende pra um lado.
Gosto de opostos
E Tbém não gosto de mulheres porcelanas
Acreditava que esta fosse uma expressão minha.
Entre outras coisas,
ficaste ainda mais belo em meu conceito.

Tâmara disse...

Querido, perdoe a confusão...rsrrs
To indo lá deixar as coisas em ordem...rs
Beijos

fadazul disse...

junte suas partes partidas amigo e viva essa liberdade presa, ou se prenda por livre vontade, contudo que sejas feliz, parabéns. bjks