segunda-feira, 30 de junho de 2008

(Im)Preciso ou Alçando vôo...

Preciso
Tanto preciso
Que impreciso
Piso
Matizo
Mas isso
É só o início
Do equilibrar-se no precipício
Peremptoriamente um vício
É que me oriço
Me atiço
E me jogo
Faz parte do jogo
Logo
Me afogo
No mar de fogo
E rogo
Queimar bastante
Bastante mesmo
Bastante a esmo
A todo instante
Discrepante
Delirante
Dez liras errantes
Tocando ao fundo
Tocando o mundo
Trocando meu mundo
Com cada uma dessas estradas
Entradas
Para criaturas aladas
Em que charfundo
Me são sagradas
Mas são não sou
Eu sempre estou
Isso quando não destôo
Pra colorir o vôo
Me agrada um arrojo
Que aí eu vou
E volto
Resôo
E me perco
Sem um bojo
Só me solto
Parco arco
Barco
Sempre desejoso de navegar
Singrar
Acima do entojo
Dessa gente movida à miojo
Atolada no esterco
Boa em reclamar
Que algo irá faltar
Que o dia não vai chegar
Que o par não quer conversar
Ou qualquer desculpa ímpar
Para descansar
E por ali se deixar
Quando basta atentar
Ouça a música no ar
Tá difícil
Vai passar
Alargue o orifício das idéias
E viraram epopéias
Prosopopéias
Que aedos virão entoar
Pois só quem tem as asas sangradas
É realmente capaz de voar...

15 comentários:

Tâmara disse...

È que voce, alem de (IM)PRECISO, é coisa que BOLE...

Ah...se bole!!!

Juliana Caribé disse...

Voa, então, e me carrega junto...

Beijo.

Glaucia disse...

Você voa ...
Leve e inexato e alegra meus dias com palavras,ritmos,sons e teorias.
Ler expande o horizonte...
Ler seus textos coloca diante de mim o infinito do tempo cheio de estrelas e com Time de música de fundo...
Ler vc é um despertar á cada dia.
Grande abraço
Glaucia

Sir Fart disse...

Você voa com asas de Icaro, mas com a sabedoria de Dédalo. E nos faz voar, também.
Genial.

Yara disse...

Se é (im)preciso voar,
se imprecipitamos
sobre o precipício
(vício ímpar)

Se é ofício hospicioso,
auspicioso de pousar
do vôo livre, no livre gozo

Se é tão (im)preciso,
voemos.

ana disse...

asas vertebradas,

Patrícia disse...

Oie...
Tem presente pra ti no meu Doce Cantinho...
Passa la é pega!
Beijos

bossa_velha disse...

que lindo! que lindo! que lindo!

Lígia Carvalho disse...

A poesia é magia
Me alegra o dia
A vibe é positiva
E tu...
Ahhhhh! Tu!!!! (suspiros...)
Tu es sintonia rara
Beleza que contagia..
Melodia fina
Musica que acoa
E enche a alma
De tons inexatos
Tu és extravagante
E simples de coração...
Deixa lição
E tem o vício
vício de ser livre
Teu lugar é o mundo...
Tu me enche o peito de paz...
Obrigada!
Pelo privilégio de ler o que escreves..

lorena lago disse...

So vi kill bill 1!
pq?!

forever disse...

salve, querido Jorge...saudades de passar por aqui...
pro meu dia ficar assim, mas lírico...
e que voemos todos juntos...

Martinha disse...

E com toda a precisão necessária prepara-se um vôo... Que espero que seja minimamente agradável! *

Krika disse...

Oi!!!

Como relatei no meu blog, minha vida está uma correria. Entretanto, dá tempo para um passeio. Me dê as mãos...vamos?

Beijooos!

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Saravá!


Tu voas e dás core também aos meus voos.

beijinhos


ah e hoje estamos de parabéns;)

Érica disse...

Essa gente que nem sabe mais o que é sentir, os que não buscam pensam que sabe demais.

Grandioso tudo aqui.

Beijos no coração!