quarta-feira, 30 de abril de 2008

Febre ou Tremer...

Era daquelas noites quentes. Queeentes. O ar parecia estagnado. Nenhuma brisa. Nenhum sopro. O vento parecia uma ilusão tola de crianças. Abriu a janela esperançoso, apenas para se decepcionar. Desejou ouvir o mar quebrando na praia, mas não havia corpo d'água qualquer próximo dali. Apenas concreto e asfalto. Concreto e asfalto cinzentos, secos, empoeirados. O ar tinha o peso da fuligem que carregava.
Deixou a janela e urgiu para a cozinha. Acendeu a luz branca que resplandeceu nos azulejos brancos, na geladeira branca, no mármore branco da pia. Quando parou ali sentiu as costas molhadas. Se libertou da camisa já aberta como quem luta com uma camisa de força. Deixou-a cair no chão. Abriu a geladeira.. o bafo frio chocou-se contra ele como a lambida de uma ninfa. Segurou a garrafa, outrora de uísque, cheia de água gelada e levou-a aos lábios, sentindo o prazer quase doloroso de tê-la nas mãos. Deixou cair um pouco, que descendo pelo queixo, pingou pelo peito, traçando linhas sinuosas de um alívio fulgaz. A água desceu-lhe pela garganta como vida em estado líquido, revigorando cada pormenor de suas entranhas. Passou o antebraço na testa suada como quem poderia, agora, enfrentar um exército de Titãs. Devolveu a garrafa e fechou a geladeira. Foi só então que tudo escureceu...
Alguém apagara a luz e quando ele se virou, sem nada ver com as pupilas por demais contraidas, sentiu uma tênue brisa de um corpo que moveu-se mais rápido que ele, já esperando sua ação. Vindo de trás, um lenço ganhou-lhe os olhos. Levando as mãos assustado, toucou os pulsos graciosos. Sorriu..)
- Você..
- Shhh... (ela disse simplesmente ao pé do ouvido dele, aproveitando para mordiscar a orelha, enquanto apertava o nó contra a nuca dele. Ele ainda pensou em falar, mas sorrindo entrou no jogo..
As mãos desceram da nuca para o pescoço e dali, unhas ariscas atiçaram e arrepiaram durante todo o caminho até a nádegas. Um aperto, por baixo da cueca e da calça. As mãos passaram à frente libertando-o da calça. Ele já sentia vontade de fazer algo e virou-se na esperança de surpreendê-la. Ficou no vazio sem deparar-se com ninguém e quase tropeçando na calça ainda enrolada nos pés. Levou a mão à frente apoiando-se na geladeira, quando sentiu as mãos dela retornarem e abaixarem a cueca.)
- Assim é sacanagem.. você está.. aaaaai.. (ele gritou sentindo os dentes na nádega esquerda..)
- Eu disse.. shhh!!! (e sorrindo ela subiu deslizando o corpo sobre o dele, deixando as mãos assanhá-lo e fazendo-o esquecer como, ou não conseguir, falar... cravou os dentes no pescoço dele, fazendo-o gemer e sentindo o gosto salgado e o cheiro de loção pós-barba. Virou-o de frente e irrompeu os lábios com um assalto vertiginoso. Já não havia mais como definir onde um começava e o outro terminava, sabia-se apenas que a geladeira tremia, que os corpos suavam e a escuridão era total...)

14 comentários:

Camilinha disse...

deu até vontade de brincar de esconde-esconde ou cabra-cega...aff...

maldade, hein?

beijos daqui...

[P] disse...

Inspirado, eu diria.

A geladeira é uma idéia que ainda não tinha me passado pela cabeça, Jorge...

Mah disse...

ui!

que quente.

Diva disse...

Seguiram... na cegeuira do que buscavam apenas risadas e alguns encontrões na parede pareciam ser o limite. Ele beijava-a como nunca, como antes, como sempre...

Jogo-a na cama como uma força pouco habitual, ela cumplice entendeu de imediato o brilho daquele olhar que brilhava mais intenções que a lua curiosa.

Ajoelhou-se... beijo-a na ponta dos dedos, ela riu-se do arrepio provocado envolto em sensações de desejo, chupou o dedo do pé e aos poucos subiu a lingua pelas pernas longas daquela morena inegualavel. Ele adorava ve-la contorcer-se pelo lençol amarrotado, ela quase sentia a respiração perder-se no tempo ao toque húmido da língua experiente dele.

Num gesto brusco e rápido ela puxou-lhe os cabelos e obrigou que ele a olha-se:
- Para de provocar-me homem! Sabes bem o que quero. Disse-lhe ela enquanto prendia o corpo do seu amado entre as coxas.
-Sei? Respondeu ele brincalhão, trocando o olhar por uma mordida no mamilo arrebitado dela.
-Se não sabes... deverias!!! Ensino-te... agora! Disse ela rodando para cima dele que surpreso se viu nocauteado num momento de desatenção.
- Louca... assim dás cabo de mim!
- Louca? Sim... por ti. Agora... shiuuuuu.... cala-te e beija-me!

E assim... se pariu uma noite de loucura...
Bjs meus

Clau[dia] disse...

É.
Realmente inspirado.
O detalhismo é uma boa característica.

Nathália disse...

Nem um caminhão de gelo conseguiria esfriar essa cena.
Perfeito!

Beijo!

Lorita disse...

Vamos nos ater a um ponto aqui, ok?
Fzr da garrafa de uísque uma de água é? Pelo menos as garrafas são chiques! rs...

Mto provocante o texto, fez-me ter idéis! hohohhoho

Leila Saads disse...

Água e amor, os combustíveis do corpo e da alma.

Beijos=**

Menina_Mulher disse...

Salve!

Menino, passando por aqui pela primeira vez e conseguiste mexer com minha libido...rs

Acho que retornarei sempre!

Adorei tudo neste espaço!

Espero sua visita!

Beijos!

TOOP disse...

Cara... fiquei triste agora por fazer tanto frio aqui pro Sul.
Pra ser mais clara, estou no meio de um ciclone extratropical... acho q não rola nem o: "Shhhh..."

Isso é injusto.

Bárbara M.P. disse...

Hummm, conhece Fever, do Elvis?

"...Romeo loved Juliet
Juliet she felt the same
When he put his arms around her
He said 'Julie, baby, you're my flame
Thou giv-est fever when we kisseth
Fever with the flaming youth
Fever I'm afire
Fever yea I burn for sooth'

Captain Smith and Pocahantas
Had a very mad affair
When her daddy tried to kill him
She said 'Daddy, o, don't you dare
He gives me fever with his kisses
Fever when he holds me tight
Fever, I'm his misses,
Oh daddy, won't you treat him right..."

Bárbara M.P. disse...

Ah não! Eu poderia jurar aos pés do Redentor que você tinha posto "Light My Fire" na vitrola, Jorge...
Os intérpretes não vai te perdoar, querido. Muito menos o Jim Morrison... (risos)

Beijos,
Bárbara

Bárbara M.P. disse...

"Fever" caiu como uma luva, ávida e sensual.

barbiemp@hotmail.com - para me tirar para dançar.

Beijos
Bárbara

Roro44 disse...

شات دردشه دردشة منتديات حواء بطاقات حب شات خليجي شات عربي شات سعودي خدمات مسجات شات صوتي تبادل نصي دليل مواقع دليل مواقع مواقع سعودية مواقع اماراتية مواقع عراقية مواقع كويتية مواقع عمانية مواقع قطرية سياحة مواقع يمنية مواقع بحرينية دليل مواقع برامج دردشات تحميل العاب العاب بنات شات سعودي شات عربي شات خايجي دردشة سعودية دردشة عربية دردشة خليجية شات كتابي دردشة كتابية