terça-feira, 23 de junho de 2009

Pra Dé...

Ela é minha fé
Ela faz tudo dar pé
Ela é mais que a mulher
Está aí pro que der e vier
Comigo
É meu abrigo
Com ela tudo consigo
Rio na cara do perigo
Porque além do amor
Somos amigos
Tem o fervor
E tem o carinho
Pra aliviar a dor
Pelo caminho
Enquanto fazemos um ninho
Onde certamente existe espinho
Mas com tanta cor
Vale mais o desalinho
Na dança
Que conforme a vida avança
Nossas existências a gente trança
E até se a gente cansa
Respira fundo
Abre espaço pra bonança
E segue unindo os mundos
Pois o amor cá é tão profundo
Que ela
É mais que a tela
É a musa
Mais profusa
Mais singela
Que minha percepção usa
Pra compor essa ímpar aquarela...

13 comentários:

Meire disse...

:)

Que bom que tens alguém que deixa seus dias menos duros.

forever disse...

pra quem acha que amor não se define...
é isso aí..
beijos

Martinha disse...

Bem bonitinho.
Que sejam felizes! :)

Fi disse...

Quem escreveu o amor?
E o desenhou com cheiro de flor?
Quem fez o coração pular assim?
Jogado num precipício sem fim?
Quem fez esse ardor no peito?
Que deixamos queimar com deleito?
Quem o fez tão sonhador?
Quem o acendeu de ardor?
Quem foi a mão que te escreveu assim?
E deu inspiração e frenesim?
Numa mão que quer jogar
Esse tom de pintar
Para fora a aguarela
Que se constrói tão singela
Para no fim se mostrar assim
Uma força suave como cetim
Que espelhas neste retrato
Dessa tua musa que, de facto,
Só pode inspirar com tanta paixão
Um amor de tamanha dimensão

Ego. disse...

A musa e o poeta!!!
Só podia dar nisso, êta coisa boa!!

Que ela continue a te inspirar, eu de cá agradeço!!!

Bjus guerreiro*

. fina flor . disse...

é bom partilhar a vida com quem nos traz fé ou é a própria fé.

beijos, querido

MM.

>>> adoro Dia branco

Cαmilα ♥ disse...

Que delicia deve ser ter alguem assim!
=)

Lindimais
;)

bia disse...

muitoo lindo!!!

Ale Danyluk disse...

LINDO E AUTÊNTICO TODO ESSE SENTIR.
QUE NÃO SE ESGOTE JAMAIS...
É TUDO POESIA...
VOTOS DE ETERNA DURAÇÃO...

BEIJO
E SALVE SEMPREEEEEEE

Anônimo disse...

Ô menino especial
cheio lá de luz...

Tâmara disse...

E viva DÈ!
VIva! viva!

Beijos

Laís Andrade Melo disse...

E o conviver nunca foi descrito de forma tão doce:

"Que conforme a vida avança
Nossas existências a gente trança
E até se a gente cansa
Respira fundo
Abre espaço pra bonança
E segue unindo os mundos"

Um amor delicado! Lindo!

Não posso deixar de passar aqui mais vezes, te linkei no meu blog!

Débora Andrade disse...

"É meu abrigo
Com ela tudo consigo
Rio na cara do perigo
Porque além do amor
Somos amigos
Tem o fervor
E tem o carinho
Pra aliviar a dor
Pelo caminho"

O amor abriga,
nos faz fazer coisas
que a razão não explica,
nos dá forças,
nos alivia a dor,
e assim seguimos a caminhada
sem temer absolutamente
nada.

Não chega aos pés das tuas, mas tentei. rsrs