segunda-feira, 26 de maio de 2008

Poder ou Quem dera...

Poder
E suas possibilidades...

(Ele girava algumas idéias entre os dedos. Alguns medos entre as narinas. O peito ofegava como só o peito de um fumante fazia. Girou um olhar como uma bailarina que quer impressionar. Bebeu como quem bebe pra esquecer. Não esqueceu. Não impressionou.)

Podre
E suas podridões...

(Escarrou verde musgo. O chão era marrom-amanhã-morreremos e grudento. Havia sujeira que faria as baratas desvalorizarem tal imóvel. Um panfleto amassado ainda tinha vestígios da droga. O cheiro de urina fazia tudo parecer ainda pior. Amarelo-desgraça.)

Pode
E suas posições...

(Estava ereto. Estava convicto. De tão abalado. De tão embalado. De tantos vícios. Estava curvado. De tão ensaguentado, estava vazio. Oco. Era pouco. Nem estava de tanto que era. Ele tinha a fera e nenhum bela, rosa ou maldita maldição.)


E suas poeiras...

(Sujeira. Cinzas. Cocaína. Sujeira. Café. Riscado. Giz. Sujeira. Cinzas. Sal. Sal. Sal.)


E suas dicas...

(Quem tropeça levanta. Quem almoça desiste da janta. Quem canta seus males espanta. Pra que um pouco se a vida é tanta. Amassou e jogou tudo no lixo. Prolixo. Prefixo. Dante.)

R
E seus erros...

(Levantou. Deixou o que restava na garrafa. Ninguém viera. Já não é mais primavera. Só o inverno impera. Quem dera.. quem dera. Cheirou o que restava. Fumou a última guimba. Lembrou-se do último amor. Colocou as cadeiras sobre a mesa. Apagou a luz e foi-se. Nem mais, nem menos...)

15 comentários:

Lara disse...

Mesmo quando agoniantes suas palavras tecem de uma forma muito bela!!!
Uma boa semana moço!

Maria Flor disse...

...Não podemos esquecer que do lodo nasce uma linda flor, que se chama:(Flor de lótus!).

Te aguardo no meu cantinho

Beijos perfumados...

Mr. Fart disse...

Que força! Eu me senti como uma vela que se consumisse aos poucos, cera e pavio, até o fim. Mas iluminado, até o derradeiro instante.
Sensacional. Você é fera, Salve Jorge!
Abraços do Fart!

Krika disse...

Nem mais, nem menos... nem volta. Se pudesse faria tudo ao contrário ou não?

Beijão!*

PS: E os sucos del valle, estou curiosa, rs.

Krika disse...

Ah! Preciso confessar que li o texto pensando no cantor Cazuza, sei lá ...

Lynn disse...

digo mais. li esse texto ao som de busride... da trilha sonora de my bluberry nights (q eu não assisti) bêbada. foi muito bom. rs

gosto do jeito que vc escreve. é vero.


e preciso ver esse filme, blue berr... sei lá, num sei. acho q estou bebada. é que amanha é minha folga, a unica, semanal. rs entao eu acho legal beber.

enfim... gostei do seu post. e odeio a destruição do pó. ela fode.

well... buenas. buenas noches.

Juliana Caribé disse...

Acho errar essencial para o aprendizado. Há que se carregar os erros nas costas, sem revivê-los ou recometê-los...

Beijoca.

mkl&lara disse...

Na minha humilde opinião, os principais quase nunca são os melhores.

Se bem que eu achava que o Sheldon era o principal hehehhe
adoro!

Seus comentário são sempre muito legais! Obrigada! :)

Yara disse...

Algo podre
impressiona
no verso visceral.

Algum medo azedo
restando na garrafa,
looking for somethig...

Martinha disse...

Esse sujeito, depois de fumar e beber dessa maneira, se se apanhasse a dormir num sítio qualquer, acordava com uma ressaca de todo o tamanho.
Enfim

Beijo *

Camilinha disse...

o jeito inteiro de se escrever inteiro é fantástico... ruminante de palavras... gostei muito.


beijos daqui...

forever disse...

Forte, intenso,
me derrubou...
com uma rajada abrupta..
muito, muito bom tudo de seu...
bjos
té+

Leila Saads disse...

Gostei da estruturação do texto, da forma como você o dividiu!

Pois é, deficilmente dou as caras do CAHIS, ams vez ou outra apareço por lá. Meu MSN: leilinha_saads@hotmail.com.

Até lá - embora eu quase nunca esteja online - =]

julia disse...

muito bom!

Desajustada disse...

opa, a descrição do sentimentos dos ambientes..
como sempre, lindo!