terça-feira, 3 de abril de 2007

O lado escuro da lua...

The lunatic is on the grass. (Certa vez eu abri a porta)
The lunatic is on the grass. (Estava entre amigos e amores)
Remembering games and daisy chains and laughs. (Entendi o que não percebia)
Got to keep the loonies on the path. (Encontrei um caminho até então escondido)

The lunatic is in the hall. (Começando a voar perdi de vista o chão)
The lunatics are in my hall. (Lançando-me ao ar contemplei a imensidão)
The paper holds their folded faces to the floor (Desfizeram-se em pétalas meus grilhões)
And every day the paper boy brings more. (Gritei e urrei assustado dominado pelas visões)
And if the dam breaks open many years too soon (Era por demais atordoante saber de tanto tão subitamente)
And if there is no room upon the hill (Espaço e tempo não passavam de escalas num gráfico)
And if your head explodes with dark forebodings too (Sem sentidos sentia o que sempre me haviam negado)
I'll see you on the dark side of the moon. (Eu enfim encontrei o lado escuro da lua...)

The lunatic is in my head. (De mãos dadas com uma nova realidade)
The lunatic is in my head (Chamem-na Passárgada, Paraíso, 5a Dimensão ou simplesmente o Outro Lado)
You raise the blade, you make the change (Entendi o porquê de minhas escolhas)
You re-arrange me 'till I'm sane. (Separei o joio do trigo, enquanto sentia minhas pernas tremerem, além do certo e do errado)
You lock the door (Em meio à desconexão que assomava, acreditava ser apenas um empacotador de supermercado entre muros isolado, enquanto minhas sinapses entropia viravam)
And throw away the key (Lutei contra bifes, bonecas barbies, trogloditas descaracterizados e pincéis atômicos fluorescentes)
There's someone in my head but it's not me. (Em vão tornava, ainda que a voz dele nunca se calasse.. nunca calará..)
And if the cloud bursts, thunder in your ear (Meus urros ecoavam retumbantes por toda a criação)
You shout and no one seems to hear. (Apenas aquela dama representou uma luminosidade capaz de me guiar)
And if the band you're in starts playing different tunes (Tantos me puxavam e empurravam em tantas direções)
I'll see you on the dark side of the moon. (E eu enfim compreendi o lado escuro da lua...)

All that you touch (Se desfaz..)
All that you see (Se esvái..)
All that you taste (Se decompõe..)
All you feel (Se reconfigura..)
All that you love (O encaminha..)
All that you hate (O reencaminha..)
All you distrust (É um aviso..)
All you save (Se incorpora..)
All that you give (Voltará..)
All that you deal (Crescerá..)
All that you buy,beg, borrow or steal (De nada adiantará..)
All you create (Germinará..)
All you destroy (Nova forma irá tomar..)
All that you do (Faça por você..)
All that you say (Irá reveberar..)
All that you eat (Se transformará..)
Everyone you meet (Lhe engrandecerá..)
All that you slight (Tudo perecerá..)
Everyone you fight (O desafiará..)
All that is now (O que é..)
All that is gone (O que foi..)
All that's to come (O que poderá ser..)
And everything under the sun is in tune (Faz parte da mesma sintonia..)
But the sun is eclipsed by the moon (Da qual somos alijados, cegos de tanta luz..)

http://www.youtube.com/watch?v=Hun_njrmu0c
http://www.youtube.com/watch?v=pQe6iafrfUM

2 comentários:

Valentina disse...

nossa, irmão... adorei essa viagem q vc fez com a músicas... deu até vontade de copiar sua idéia... uahuahauha
adoreiii
um doidão..
digo, uma pessoa com uma visão mto ampla da "realidade"...

Valentina disse...

ah, um outro recanto...

http://cinzeirodepaixoes.blogspot.com