sexta-feira, 15 de julho de 2016

Sabe ou Par

Quem sabe
O que o outro sabe
Mal sabe
Que não se sabe
Sequer o que se sabe
Porque em nós mesmos
O nós não cabe
Estamos a esmo
Às vezes aos pares
Nunca somos singulares
Mesmo se parece que sabe
Tudo isso que a gente sabe
Nunca se sabe
Se no outro cabe
Se no outro acaba
Sinuosa capa
Só sei que nada sei
E até nisso eu errei
Daí desassosseguei
Mas ainda levo da vida muito tapa
A gente derrapa
Tropeça
Desconversa
E quando não vê logo pensa
Que a vida é imensa
Mesmo se o crime não compensa
Não se está aqui pela recompensa
Mas pelo caminhar
Que é melhor com um par
É bom ter com quem conversar
Alguém que em nós não cabe
Sabe...