domingo, 19 de fevereiro de 2012

Ao mar...

Atiça a chama
Chama
Aquela vozinha que reclama
Conclama
Ao sabor do vento que alimenta
Aquela vida que arrebenta
E assoma acima da tormenta
Até se tenta
Mas é tanto que o crime não compensa
Névoa densa
Vida imensa
Quanto mais se pensa
Menos se faz
Então, se algo nas cinzas jaz
Há que se fazer um algo mais
E multiplicar o que se trás
Crime atroz
Seríamos nós
Chegarmos à foz
E não curtir o mar...

2 comentários:

Srta T. disse...

ritmo-onda uau
peguei um ar

Karine Tavares disse...

Teu blog é lindo, parabéns! Quero que venha conhecer o meu:
www.leiakarine.blogspot.com

Um abraço!