sábado, 14 de agosto de 2010

Mudança

A vida muda
O movimento da Terra ajuda
E nem sempre há um Deus que nos acuda
Ela muda porque o vento sopra
Porque algo alopra
E o que nos cobra
Refaz a obra
E o que sobra
Assopro de brisa
Ou sol de suar a camisa
Mas sempre é qualquer coisa que desliza
Entre os dedos
Entregues ao ritmo do enredo
Tal qual engano ledo
Lendo
Como vai sendo
Nesse mar o degredo
De tanto que não entendo
Nessa vida de tanto remendo...

8 comentários:

Luna disse...

Na verdade é sempre um Deus nos acuda. Mas só vc pra falar de mudança usando de poesia pra me encantar.

Beijo.

Sil.. disse...

Fico até sem "Ar" quando entro aqui..

Muito, muito lindo!

Beijo meu!

Canto da Boca disse...

Só uma coisa é imutável na vida: a sua transitoriedade!

Abraço!

Flávia disse...

E se não mudasse, até mesmo com suas desventuras, e se não tivesse um fim...a vida não teria a menor graça, e não haveria no mundo versos tão lindos.

Lilianne Mirian' disse...

Que bom seria se a vida fosse de mudanças boas!
Saudades de estar por aqui!

Beiijo Grandee'

Ego. disse...

E cm dizem por aí:
'muda, que quando a gente muda o mundo muda com a gente!'
Será?

Bjos de cá meu rey*

Luna disse...

Como você escreve coisas tão lindas assim, do nada, lá no meu blog?



iarals.costa@hotmail.com, precisamos jogar uma conversa fora.

Ju disse...

áh, como isso tudo é bom...
:)
beijos, meu doce amigo!